segunda-feira, 20 de maio de 2013

Pequeno Instante Quase Feliz





De repente , coração se abriu, fui além de mim.
Pelas janelas descerradas, silente o sol entrou.
Cruzou trevas interiores e minha ânima dançou
sob um céu azul, os pés nus no verde capim...

Alma descalça vi os girassóis saltando muros, 
driblando invernos; pulando a cerca do outono
Implantando a primavera (maio no abandono),
pra imperar desde sempre, sem hora ou futuro.

Agora, status quo que parece eterno, radiante.
Pequeno instante que se agiganta, quase feliz.
E tudo ao redor canta, sorri e junto pede bis...
Dó que o momento passa; tempo segue adiante!  

Rosemarie Schossig Torres

Um comentário:

  1. Digo bis para todas as tuas poesias! Lindo, Diva... Gratidão!

    ResponderExcluir